Diretoria da SBEO e Coletivo Editorial da Revista Brasileira de Estudos Organizacionais endossam Nota de repúdio emitida pelos editores de revistas científicas brasileiras, publicadas pelo SciELo

A Diretoria da Sociedade Brasileira de Estudos Organizacionais (SBEO) e o Coletivo Editorial de sua Revista Brasileira de Estudos Organizacionais (RBEO) endossam a Nota de Repúdio ao artigo Is SciELO a Publication Favela? de autoria do Sr. Jeffrey Beall, emitida pelos editores de revistas científicas brasileiras, indexadas e publicadas pelo SciELO. A experiência construída coletivamente por diversas universidades e instituições públicas de pesquisa, liderada pela equipe SciELO, se constitui em uma das mais organizadas e inovadoras em publicações de acesso aberto. A qualidade e o alcance da Rede SciELO confronta os grandes players da indústria editorial que, em sua lógica mercantil, buscam cooptá-lo. Impõe-se que sejam garantidos recursos públicos para a manutenção dessa experiência tão exitosa para a produção acadêmico-científica latino-americana, especialmente a brasileira, razão pela qual repudiamos igualmente os cortes de recursos feitos no Ministério da Educação e nas agências de fomento à pesquisa no Brasil.

Autoridades de la Sociedad Brasileña de Estudios Organizacionales y el cuerpo editorial de la RBEO adhieren a la Nota de Repudio emitida por los editores de revistas científicas brasileñas publicadas por SciELO

Las autoridades de la Sociedad Brasileña de Estudios Organizacionales (SBEO) así como el cuerpo editorial de su Revista Brasileña de Estudios Organizacionales (RBEO) adhieren a la Nota de Repudio al artículo Is SciELO a Publication Favela? de autoría del señor Jeffrey Beall, emitida por los editores de revistas científicas brasileñas, indexadas y publicadas por SciELO. La experiencia construida por diversas universidades e instituciones públicas de investigación conjuntamente con el equipo de SciELO, representa actualmente una de las iniciativas de contenido abierto más organizadas e innovadoras. A la calidad y al alcance de la Red SciELO se contraponen los grandes players de la industria editorial que, con una lógica mercantilista, buscan cooptarla. Por dicha razón, resulta imperioso que sean garantizados los recursos públicos necesarios para la manutención de esta experiencia tan exitosa para la producción académico-científica latinoamericana en general, y brasileña en particular, y consecuentemente repudiamos los cortes de recursos realizados en el Ministerio de Educación y en las agencias de apoyo a la investigación en Brasil.

The Board of the Brazilian Society of Organization Studies and the editors of the Brazilian Review of Organization Studies endorse the Rebuttal made by the Brazilian academic journals published by SciELO

The Board of the Brazilian Society of Organization Studies (SBEO) and the editors of the Brazilian Review of Organization Studies (RBEO) endorse the Rebuttal to the blog post “Is SciELO a Publication Favela?” by Mr. Jeffrey Beall, held by Brazilian academic journals published and indexed by SciELO. The colllective experience of many universities and public education institutions together with SciELO team represents one of the most innovative and well-organized initiatives of free-access. The quality and reach of SciELO counterpose to the big players of publishing industry that try to coopt it in a commodity trading way. For this, it is urgent that public resources are guaranteed to maintain such a successful experience. SciELO is an important network to broadcast academic-scientific production in Latin American, in general, and in Brazil, specifically. We also disavow the budget cut in education and public agencies that fund scientific research in Brazil.

3 Comentários
  1. Concordo com o posicionamento da Diretoria em apoiar a Nota. É preciso respeito às diferentes formas de divulgação de conhecimento. Isso mostra que elas incomodam o mercado de papers.

  2. Na qualidade de Professora Titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, onde ingressei em 191 me associo à manifestação de repúdio ao “panfleto” de autoria de Jeffrey Beal o qual – caso tenha competência para tal – certamente teria muito a aprender com a equipe Editorial da Sielo.

    Rosinha Machado Carrion
    Professora Titular
    Universidade Federal do Rio Grande do Sul
    Bacharel em Ciências Sociais – IFCH/UFRGS
    Mestre em Sociologia das Organizações – IEPE/PUCRS
    Formação de Doutorado: Université de Paris VII/ Sorbonne
    Doutora em Administração. PPGA/UFRGS
    Pós-Doutora em Estudos do Desenvolvimento. Institute de Recherche pour le Développement. IRD/Univesrité de Paris I/Sorbonne

  3. endosso as palavras do manifesto

    Rosinha Carrion
    Professor Titular
    UFRGS

Deixe uma Resposta.